• cataventodaalegria@gmail.com

Tag Archive vida

A DÁDIVA DE VIVER

Por vezes, você caminha pela vida com o olhar voltado para o chão, pensamento em desalinho, como quem perdeu o contato com sua origem Divina. Olha, mas não vê… Escuta, mas não ouve. Toca, mas não sente… Perdido na névoa densa, que envolve os próprios passos, não percebe que o dia o saúda e convida a seguir com alegria, com disposição; com olhar voltado para o horizonte infinito, que lhe acena com o perfume da esperança.
Considere que seu caminhar não é solitário e suas dores e angústias não passam despercebidas diante dos olhos atentos do Criador, que lhe concede a dádiva de viver. Sua vida na Terra tem um propósito único, um plano de felicidade, elaborado especialmente para você. Por isso, não deixe que as nuvens das ilusões e de revoltas infundadas contra as leis da vida, tornem seu caminhar denso e lhe toldem a visão do que é belo e nobre. Siga adiante refletindo, na oportunidade milagrosa que é o seu viver. Inspire profundamente e medite na alegria de estar vivo, coração pulsante, sangue correndo pelas veias e você, vivo, atuante, compartilhando deste momento do mundo, único, exclusivo. E você fazendo parte dele. Sinta quão delicioso é o aroma do amanhecer, o cheiro da grama, da terra após a chuva, do calor do sol sobre a sua cabeça ou da chuva a rolar sobre sua face.
Sinta o imenso prazer de estar vivo, de respirar. Respire forte e intensamente, oxigenando as ideias, o corpo, a alma. Sinta o gosto pela vida. Detenha-se a apreciar as pequeninas coisas que dão sentido à vida. Aquela flor miúda que, em meio à urze sobrevive linda, perfumosa, a brilhar como se fosse grande. Sinta-se vivo ao apreciar o voo da borboleta ou do pássaro à sua frente.
Escute os barulhos da natureza, a água a escorrer no riacho ou simplesmente aprecie o céu, com suas nuvens a formar desenhos engraçados, fazendo e desfazendo-se sob seus olhos. Quão maravilhosa é a vida!
Mas, se o céu estiver escuro e você não puder olhá-lo, detenha-se no micro- universo, olhe o chão. Quanta vida há no chão… Minúsculos seres caminhando na terra, na grama… A formiga na sua luta diária pela sobrevivência… A aranha, a tecer sua teia caprichosamente e tantas coisas para ver, ouvir, sentir, cheirar, para fazer você sentir-se vivo. Observar a natureza é pequeno exercício diário que fará você relaxar, esquecer por instantes as provas, ora rudes, ora amenas, que a vida nos impõe.
Somos caminhantes da estrada ; somando, a cada dia, virtudes às nossas vidas ainda medíocres mas que se tornarão luminosas e brilhantes. Aprenda a dar valor à dádiva da vida. Isso fará o seu dia se tornar mais leve e, em silêncio, sem palavras, sem pensamentos de revolta, você terá tido um momento de louvor a Deus. Aprenda a silenciar o íntimo agitado e a beneficiar-se das belezas do mundo que Deus lhe oferece. A sabedoria hindu aprecia, na natureza, o que Deus desejou para ela: que fosse aliada do homem no seu progresso, oferecendo o alimento, dando-lhe os meios de defender-se das intempéries. E, sobretudo, sendo o seu colírio diário suavizando as aflições da vida.
Pense nisso, e aprenda a dar graças pela dádiva de viver.
Tudo passa, às vezes, mais rápido do que se espera ! Contorna os danos causados e, se estiveres ferido no sentimento, confia no tempo, que te cicatrizará a chaga, ajudando-¬te a sair do embate mais forte e com visão mais clara a respeito da vida.
Em qualquer circunstância, projeta¬s-te mentalmente na direção do amanhã, vendo-¬te feliz como gostarás de estar. Com essa imagem positiva avança, superando o primeiro momento inditoso e o próximo! Passo a passo! E te surpreenderás vitorioso, no alvo almejado.
Provérbio Árabe *** Não diga tudo o que sabes. Não faças tudo o que podes. Não acredite em tudo que ouves! Não gaste tudo o que tens! Porque:
Quem diz tudo o que sabe, quem faz tudo o que pode, quem acredita em tudo o que ouve, quem gasta tudo o que tem; muitas vezes diz o que não convém; faz o que não deve; julga o que não vê, gasta o que não pode!
TENHA UM DIA PLENO DE ALEGRIAS CERCADO COM MUITO AMOR!!!

A Lenda das Três Árvores

Numa reunião de religiosos, pediram a um sábio senhor que estava entre eles, que falasse sobre a resposta de Deus às nossas preces.

Ele, que era mestre na arte de contar historias, repetiu uma antiga lenda, que faz parte dos contos populares de muitos países, e que diz assim..

Num grande bosque da Ásia Menor, três árvores ainda jovens pediam a Deus que lhes dessem destinos importantes e diferentes.

A primeira queria que sua madeira fosse empregada no trono da mais alto soberano da Terra.

Depois de ouvi-la, a segunda pediu para ser usada na construção do carro que transportaria os tesouros desse poderoso rei.

E a terceira desejou ser transformada numa torre, nos domínios do mesmo rei para mostrar o caminho do Céu.

Quando terminaram de dizer suas preces, Deus enviou à mata um mensageiro seu para que elas soubessem que seus pedidos seriam atendidos.

Passado muito tempo, quando elas já estavam crescidas, vieram alguns lenhadores e derrubaram as três árvores, deixando muito triste as árvores vizinhas.

Elas foram arrastadas para fora do bosque. Podaram seus galhos, filhas e raízes, mas não perderam a fé nas promessas do Criador.

E se deixaram conduzir, com paciência e humildade…

Mas elas jamais podiam imaginar o que veio acontecer, depois de muitas viagens!

A primeira árvore caiu nas mãos de um criador de animais, que mandou transforma-la num grande cocho, para seus carneiros.

A segunda foi comprada por um construtor de barcos.

A terceira foi recolhida à cela de uma prisão para ser aproveitada futuramente.

As três arvores, mesmo separadas e em grandes sofrimentos, continuaram acreditando nas palavras do mensageiro celeste.

No bosque, porém, as outras plantas haviam perdido a fé no valor das preces.

E elas ficaram surpresas em saber que, muitos anos mais tarde, as três árvores foram atendidas em seus desejos…

A primeira foi forradas com panos singelo e serviu de berço para Jesus recém – nascido.

A segunda, na forma de uma barca de pescadores, foi usada por Jesus para transmitir, sobre as águas, belos ensinamentos.

A terceira árvore, transformada apressadamente numa cruz, seguiu junto com o Mestre para o Gólgota.

Ali, erguida no alto do monte, ela guardou valentemente o corpo de Jesus e recebeu o seu coração cheio de amor pela Humanidade.

E assim indicava o verdadeiro Reino de Deus.

E terminada a narrativa, e depois de uma pausa, com lágrimas nos olhos, ele concluiu:

– Em verdade, meus amigos, todos nós podemos dirigir a Deus as mais diversas preces, no entanto, todos precisamos saber esperar e compreender as respostas de Deus .

Rita Foelker

Amor em Pensamentos

       Auto-Aceitação- “Esteja consciente de que mesmo quando você comete um erro, isso também pode ser uma oportunidade. Quando perceber que foi contra sua própria verdade e traiu o que sente em seu coração, permita que as lágrimas fluam profundamente de você, e elas sendo sinceras podem ser o início de sua transformação.”

“Quando você sente profunda confiança em seu aprendizado, essa qualidade transforma sua vida, não importa as circunstâncias”.
Compaixão – não é ter um coração transbordante de piedade para com os outros.
Compaixão é um amor tão profundo  em que você está disposto a fazer o que for preciso para trazer luz , a uma situação difícil  demais, para o próximo necessitado.
Coragem -“Sempre que você estiver agindo inconscientemente, pare; não seja um robô, não  tome atitudes a partir do ego.Tome uma xícara de chá  ;  analise o fato com cautela e a partir daí,  enfrente o problema  direcionando  para ele a melhor solução”
Compreensão – “Use sua inteligência  para procurar  as coisas onde  elas estão , mesmo  se  estiver escuro.” Olhe para dentro. “Esteja pronto para tomar responsabilidade pela sua própria miséria, alegria, negatividade, positividade, inferno ou paraíso. Quando essa responsabilidade é entendida e aceita, mudanças começam a acontecer. Esteja aberto a uma nova possibilidade.”
Raiva-“Quando você sentir raiva, não jogue sobre o outro e nem a reprima. Ela é um belo fenômeno que pode ser transformado num fenômeno positivo.” “Quando você tenta fazer algo  sozinho , separado do todo, isso se torna um fracasso.  O sucesso está em   permitir que seja  dado  o primeiro passo ,mas não o último.”“Quando você segue a natureza  das coisas, não existe sombra.Até a tristeza é luminosa….Você a acolherá , pois perceberá sua necessidade.E sem ela você será menos,   não mais.”
Criatividade-“Quando seu coração está pleno de gratidão, qualquer porta aparentemente fechada pode ser abertura para uma bênção maior.” Olhe para dentro de você e perceba se está inteiro. Tesouras são como a mente, elas cortam, dividem… A agulha é como o amor, une  as coisas, restaura o que está despedaçado. Abra seu coração para o amor, e ele o tornará  inteiro”. O retalhar e reconstruir pode ser doloroso; porém o aprendizado, renova e  evolui.
Prece-”Não interfira no amor e na prece de outra pessoa.  Abandone a idéia de que você sabe a maneira de rezar.  Simplesmente respeite…    Seja qual for a maneira delas , essa é a forma perfeita para elas.”  Ter um profundo respeito e amor pelos outros e por toda a existência faz parte do ser consciente. Não interfira na vida do outro a partir de suas próprias concepções intelectuais. Se você tem poder, não manipule os outros; use-o criativamente prestando atenção a tudo. Não existe “grande” ou “pequeno”.
Somos TODOS ESPECIAIS para nosso Criador!E ELE; está ao nosso redor, em todo lugar!

Osho