• cataventodaalegria@gmail.com

Tag Archive T.D.Rueda

OLHAR E NÃO VER!

Há pessoas, que enxergam mas não observam o que está acontecendo ao seu redor! Temos nos dias de hoje muita  dificuldade em poder auxiliar ! Se não tomarmos cuidado, a vida passa por nós e não vivemos o que é necessário em nossa existência porque temos também algumas dificuldades de  enxergarmos quem realmente somos em nossas vida; prestando atenção em quem somos! Abandonando ilusões. Descobrindo o que é a verdade para nós!  A inveja é um grande exemplo disso!

A  pessoa invejosa, não se vê! A inveja é a não aceitação do bem, ou o bom,  na vida do outro, se ausentando da própria vida. É afundar não saindo do lugar porque para de prosperar em todos os sentidos.  Sonha  com o que o outro é, como vive ou com o que possui.  Isso pode desencadear crises existenciais . Todos em algum momento, poderão ter crises existenciais  . Mas nada muda se você não fizer as mudanças necessárias em você!  As crises acontecem, sempre que alguma coisa ou algo precisa ser melhorado na nossa vida.

Como seria enxergar as pessoas através do olhar  de Jesus? Como seria colocar essa lente sobre nossos julgamentos, sobre as conclusões a que chegamos, sobre as decisões que tomamos a respeito do outro, todos os dias? Como seria olhar para a esposa, o esposo, os filhos, os pais, nas atividades e enfrentamentos difíceis , com a visão de Jesus? E os companheiros de trabalho? E os estranhos que nos chegam com “pedras nas mãos”?( Grosserias)  E os que nos pedem ajuda?

Ele não  via apenas o que estava por fora, o comportamento momentâneo que eclodia mas, principalmente, as razões e potencialidades secretas do coração. Deixou muito claro, por palavras e na exemplificação, como deve ser nosso julgar. Baseados nisso, jamais deveríamos tirar conclusões precipitadas sobre os outros e, mais ainda, tomar decisões, produzindo reações, alicerçadas sobre tais conceitos frágeis. ELE nos ensinou a ver o que há de melhor em cada um.

Isso não significa ter uma visão ingênua do ser humano, apenas valorizá-lo mais pela luz que emite, do que pela sombra que ainda produz em seu entorno.

Ele enxergava as razões do mal, via esse mal como uma doença a ser erradicada da alma. Combatia a doença e não o doente. Aí está o caminho a seguir! Aí está a forma de tratar o outro, que nos dará mais tranquilidade na vida, e menos irritação, menos angústia, menos rancor.

Os caminhos da vida são tão curiosos!  Não sabemos o que a vida nos reserva. Mas, podemos ter certeza de que nos guarda dias cada vez melhores, se conseguirmos, mesmo que aos poucos, começar a vislumbrar o mundo, através, do olhar de Jesus!

É uma lente de amor que colocamos sobre nossos olhos. Uma lente de ternura, de perdão! Comecemos a fazer este exercício agora, em casa, no ambiente de trabalho, no convívio breve com os que passam por nós. Observemos as pessoas com outra maneira  de enxergar…

O olhar de Jesus era indulgente! A indulgência, jamais se preocupa com os maus atos alheios;  ao menos que seja para prestar  um serviço de auxílio ; mas  ainda assim com o cuidado de os atenuar tanto quanto possível. Não faz observações chocantes, nem traz censura nos lábios mas sábios conselhos, quando tiver condições de  os emitir; quase sempre velados .

Quando fitareis os vossos olhos severos sobre vós mesmos? Sede então severos convosco e indulgente para aqueles que cruzarem o seu caminho.

Como saberemos se não precisaremos do mesmo olhar amoroso  e piedoso de Jesus sobre nós mesmos, pelas pessoas que convivem conosco? ( T. D. Rueda)

 

TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E MUITO ABENÇOADO!

VIVER E APROVEITAR A VIDA

Como é aproveitar a vida para você? Muitos dizem que é viver com quem se ama, sem se preocupar com qualquer outra coisa.  Outros,  acham que é viver sem compromisso com nada, fazendo  tudo que se ama ou quer. Alguns acreditam que aproveitar a vida é ser feliz e eximir-se das responsabilidades que a vida oferece.      Para alguns, é criar uma  ” morte anunciada”, através dos exageros de alimentação, bebidas  alcoólicas, excesso de aventuras perigosas e sem limitações.” Brincar de viver”.        Noitadas de orgia, abusos em qualquer área,  buscando a plenitude de várias formas dos prazeres físicos.

Isso indica na  maioria das vezes, que a pessoa está perdida de Deus e não tem ideia do que é estar neste mundo, cercada por tantos seres similares e, AO MESMO TEMPO,  TÃO DIFERENCIADOS, EM GOSTOS, ATITUDES E QUALIDADES PESSOAIS!

O conhecimento, através dos estudos literários ou não, sempre nos evolui, e a troca de conhecimentos na arte de fazer o bem, através do trabalho digno e honrado, nos torna cada dia mais fortalecidos na alegria, paz interior, e nos dá a certeza de que aproveitar a vida, não é só curtição, mas vivenciar cada dia, no passo a passo, com todos aqueles que convivem conosco, entes queridos ou não, na maravilhosa comunidade terrena.

       Aproveitar a vida dependendo do ponto de vista, é dar-lhe o devido valor! Aproveitar no cotidiano, a convivência de quem amamos, não deixar de acompanhar a cada instante do dia, o que fazer de melhor com o que temos ao nosso dispor. Não estragar o ambiente com queixas e lamentações,  não utilizar  a intolerância por tudo, demonstrar sempre que possível, nosso sentimento de gratidão. Exercer os minutos preciosos que Deus nos concede em atitudes uteis e enobrecedoras.  Fazendo descontrações saudáveis no lazer.      Quando estudamos, trabalhamos, sem nos intoxicar com drogas,  ou qualquer excessos, estamos aproveitando bem nosso viver  , de forma inteligente.

Naturalmente, com o passar dos anos e olharmos para trás, iremos avaliar o que conquistamos . Bons empregos, ou não;  erros e acertos. Teremos uma vaga noção do que fizemos de nossas vidas. Sempre haverá uma possibilidade de recomeço, viver melhor em algum setor.     Para darmos o verdadeiro valor à vida, analisamos naturalmente o que faríamos de novo se pudéssemos e algo que não deveríamos ter feito. Aproveitar erros alheios e não repeti-los. Sem nunca deixar de sonhar com novos projetos. Falar menos, ouvir mais.      Aprender novos idiomas, brincar mais com os filhos; trabalhar, sem se achar insubstituível. Dizer muito eu te amo! Viver de forma intensa cada minuto.

Os amores conquistados, caminharão sempre  conosco, dentro de nós!

Não podemos aproveitar a vida se tivermos medo de amar! Há pessoas que acham, que amar é dar e esperar receber. Que tal amar, sem esperar nada em troca? Assim, estaremos semeando o que gostaríamos de receber. Quando plantamos o amor, de forma irrestrita ele se multiplicará o suficiente e sempre retornará a nós, mesmo que seja através de outras pessoas  .Ame sempre e exercite os ensinamentos de Jesus, que sua vida será plena e feliz! Com certeza você assim estará sabendo aproveitar a vida!

TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E ALEGRIAS! UM DIA MUITO ABENÇOADO!

“ Nunca tenha certeza de nada! Sempre busque o conhecimento! A sabedoria começa com a duvida!”

 

(T.D.Rueda)

Coragem para mudar!

Estou viciado! E agora? Desesperado, isso consome você! Você quer vencer o vício, mas não consegue! E agora o que fazer?

Não importa qual seja o seu vício! Sempre haverá um caminho de saída ou ajuda! Deus nos promete na Bíblia: “ Vinde a mim todos os oprimidos e cansados, que eu vos aliviarei ( Mateus 11:28). Ele deseja libertá-lo de seus vícios, e dar-lhe uma nova vida cheia de alegria.

Ninguém pode prometer um caminho fácil para a recuperação, mas Jesus através de seus ensinamentos, vai te oferecer uma base sólida para você se fortalecer e se sustentar na esperança de vencer todas as dificuldades. Porém o auxilio, só pode vir em nossa direção, quando caminhamos em direção ao auxílio. Existem vários tipos de dificuldades; mas relaciona-se com Deus, que elas ficarão mais suaves. Talvez você não acredite em Deus, mas Ele nos deixou evidências para provar sua existência.

Muitos dos conflitos que afligem o ser humano decorrem dos padrões de comportamento que ele próprio adota em sua vida. É comum que se copiem modelos do mundo, que entusiasmam por pouco tempo, sem que se analisem as consequências que esses modos comportamentais podem acarretar.

Não se tem dado a devida importância ao crescimento e ao progresso individual dos seres. Alguns acreditam que os próprios equívocos são menores do que os erros dos outros. Outros supõem que, embora o tempo passe para todos, não passará do mesmo modo para eles.

Iludem-se no sentido de que a severidade das leis da consciência atingirá somente os outros.

Embriagados pelo orgulho e pelo egoísmo deixam-se levar pelos desvarios da multidão sem refletir a respeito do que é necessário realmente buscar para si mesmo. É chegado o momento em que nós, devemos procurar superar, de forma verdadeira, aquilo que nos prejudica . Provocados pela perversidade que está ao nosso redor, em silêncio, por meio da oração, peçamos socorro ao Criador para que nos resguarde a tranquilidade.

Gastemos nossas energias excedentes nas atividade voltada à verdadeira caridade e ao bem do próximo e de nossa família. Cultivemos a paciência e aguardemos a benção do tempo que tudo vence. Prossigamos no compromisso abraçado, sem desânimo, confiando sempre no valor do amor.

É muito fácil desistir do esforço nobre, comprazer-se por um momento, tornar-se igual aos demais, nas suas atitudes inferiores. Todavia, os estímulos e prazeres de hoje, no campo das paixões desgovernadas, caracterizam-se pelo sabor dos temperos que se convertem em ácido e fel, passados os primeiros momentos. Aprendamos a controlar nossas más inclinações e lograremos vencer se perseverarmos no bom combate. Convertamos mal em bem!

Modifiquemos hábitos danosos, em qualquer área da existência, começando por aqueles que pareçam mais fáceis de serem derrotados. Sempre que surgir a oportunidade, façamos o bem, por mais insignificante que nosso ato possa parecer. Geremos o momento útil e aproveitemo-lo.

Não nos cabe aguardar pelas realizações grandiosas, e tampouco podemos esperar homenagens pelos nossos acertos. O maior reconhecimento que se pode ter por fazer o que é certo é a consciência tranquila.

Toda ascensão exige esforço, adaptação e sacrifício, enquanto toda queda resulta em prejuízo, desencanto e recomeço. Trabalhemos nossa própria individualidade, vencendo limites e obstáculos impostos, muitas vezes, por nó mesmos.

Valorizemos nossas conquistas, sem nos deixarmos iludir por essas vitórias. Há muitas paisagens, ainda, a percorrer e muitos caminhos a trilhar. Somente nos corrigindo em nossos erros, nos alcançaremos a paz e a felicidade que almejamos. A mudança para melhor é urgente, mas compete a cada um de nós, corajosa e individualmente, decidir a partir de quando e como ela se dará..

TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E ALEGRIAS! UM DIA ABENÇOADO!

( T.D.Rueda)

PAZ INTERIOR VOCÊ PODE CONSTRUIR!

Você está mergulhado no oceano do amor de Deus. Todos os dias, gotículas Desse amor alcançam você, no sorriso do seu filho, no abraço do amigo, na palavra confiante de um colega, no pão quentinho que alguém te traz vindo para casa, no incentivo de quem ama e confia em você. Em sua vida, não deixe de olhar ao seu redor e descobrir essas preciosidades que Deus envia ao seu caminho por uns dias, uns meses ou até o fim de seus dias.

A maioria das pessoas, desejam viver em paz no Mundo. Nada de guerras, de conflitos originados por preconceitos ou disputas políticas e religiosas. Entretanto, muitos esquecem que a paz é o resultado de uma construção de pessoas, grupos, comunidades e povos. Ela nasce, muito antes, no coração de cada um de nós.

A paz do mundo começa em mim. Se tenho amor, com certeza sou feliz. Se faço o bem ao meu irmão, tenho a grandeza dentro do meu coração.” A música do compositor Nando Cordel é uma bela tradução do verdadeiro espírito da paz.

Será assim tão importante saber o que é a paz? Claro que sim. Não se pode possuir aquilo que se desconhece. Então, falemos de paz…

Muita gente mistura os conceitos e acredita saber perfeitamente o que é a paz. Alguns confundem paz com silêncio. Outros acreditam que a paz é a ausência de brigas. Outros, ainda, imaginam que estar em paz significa ficar quieto, sem perturbar a quem quer que seja. Finalmente, há os que acreditam que estar em paz é ter dinheiro sobrando para viver uma vida de conforto. Será que isso é mesmo a paz? Será que essas situações trazem mesmo a tranquilidade ou são apenas momentos menos tumultuados, com algum conforto material? Pensemos juntos: paz não é simplesmente ausência de barulho.

Muita gente faz silêncio por fora, mas traz a alma sobrecarregada de ruídos. O tormento interno torna a criatura estressada e infeliz.

E quem acha que paz é a ausência de brigas e conflitos aparentes também pode estar enganado. Quantas vezes a pessoa fica em silêncio somente porque tem medo de expressar sua opinião? Quantas vezes a raiva está bem camuflada sob uma aparência tranquila? Quem vê cara, não vê coração, diz a sabedoria popular. O mesmo acontece com a paz: nem sempre o rosto expressa o que vai na cabeça ou no coração da pessoa.

Em resumo: não se pode confundir paz com preguiça, displicência, comodismo ou covardia. A paz é um estado de espírito permanente. Quem verdadeiramente vive em paz não perturba o mundo e nem se deixa perturbar por ele.

É claro que esse estado mental de completa paz é algo ainda um pouco distante da nossa realidade, mas o nosso papel é o do esforço constante para alcançarmos esse objetivo. Como iniciar a conquista da paz? Faça como se fosse um treinamento diário. Um treinamento de autoconhecimento. Principalmente, de auto educação.

Comece reservando algumas horas para você e faça reflexões. Inicie fazendo um levantamento sobre todas as coisas, pessoas e situações que lhe causam irritação. Em seguida, analise as razões porque você se irrita com essas pessoas e situações.

Pense em alternativas para não perder a calma. Faça simulações mentais, experimente seus limites, treine a paciência, exercite o equilíbrio. Se fizer assim, possivelmente você estará melhor preparado para quando a situação ocorrer de fato. Estabeleça metas a serem alcançadas na conquista da paz.

Simultaneamente, exercite hábitos mentais positivos: meditação, boas leituras, relaxamento, músicas suaves. Tudo isso fortalece a atmosfera de paz interior e reforça atitudes mais suaves e serenas. Quando esses hábitos se consolidarem, quando a serenidade for obtida sem esforço, quando for mais fácil permanecer calmo, aí então você será forte candidato a se tornar exemplo para o Mundo.

É como uma árvore que, à medida que cresce, vai oferecendo benefícios de flores, perfume, cor e sombra aos que estão nas proximidades. Por isso acredite: quem quer paz, nada exige dos outros. Faz a sua parte em silêncio e aguarda as consequências.

(T.D.Rueda)

TENHA UM DIA ABENÇOADO, PLENO DE PAZ E ALEGRIAS!

QUANDO AS PORTAS  FECHAM-SE! 

Há momentos na vida, que parece que tudo se volta contra nossa existência. Parece que não somos abençoados! Que o mundo se fechou para a nossa prosperidade, alegria e bem estar. O que fazer quando isso ocorre?      As pausas que acontecem em nossa vida ; não são casuais . Muitas vezes estamos reclamando muito de uma situação, e de repente tudo muda! Um acidente, uma doença! No período dessa pausa, muitas vezes nos reconduzimos  para o mesmo caminho, valorizando ou mudando realmente o nosso rumo.

Em casa, a porta significa proteção e privacidade. No trabalho, oportunidade , sucesso, crescimento diante das dificuldades financeiras. Na vida, barreira de alguma chance ou sucesso pessoal. Na vida de Deus, uma escolha!

Nenhuma porta se fecha de verdade! As portas de Deus, são e sempre estarão abertas, para aquele que ora e confia em um plano divino e acredita que se fizermos o melhor de nós ; nenhum caminho se fechará. Deus não abre caminhos para sermos infelizes. As pausas acontecem por isso! Quando ficamos murmurando infelizes, insatisfeitos, sem gratidão com quem nos cerca, algo não está certo e as portas irão se fechar, para que se avalie sua posição, seus conceitos, onde estão as falhas. Não culpe ninguém antes de se auto avaliar. Quando estamos “aparentemente” bem e caímos, verifique, se não foi a arrogância quem te derrubou.

Quando não colocamos a razão , agindo só com o coração ; quando dá errado aquilo que planejamos, nossa tendência é sempre achar um culpado, pela nossa situação que de repente não ficou tão boa quanto queríamos. Nem sempre a culpa é do chefe, do colega de trabalho, ou de quem nos julgamos competidores.

Avalie sua vida, peça para que outra pessoa com visão diferente da sua, te auxilie a engrenar sua vida novamente. Às vezes, com nova forma de olhar, poderemos mudar as nossas atitudes mentais e comportamentais também. O quanto antes se melhore! Mostre o seu lado humano e bom. Assim irá encontrar amigos que o (a)  auxiliarão  encontrar portas abertas para sua vida e reconstruir alguns caminhos que se fecharam.    Muitas vezes depois de uma pausa temos vários caminhos a percorrer, porque Deus sempre nos dá a chance de escolhas. Quando não temos opções, talvez seja o caminho escolhido por ele para algum aprendizado que precisamos ter, para nos tornar melhores como pessoas. Nenhum caminho da vida é para o nosso mal, se escolhermos o que for do bem.

Como saber qual é o do bem? Aquele que não traz prejuízo para a vida de ninguém. Só coisas boas. Muitas vezes nossos sonhos são podados como um ramo de uma planta, mas essa poda, é para que tudo seja mais viçoso no futuro. A providência de Deus nem sempre é como queremos, mas sempre é importante para a nossa elevação em qualidade de sermos abençoados. (T.D.Rueda)

 

“Portas que se fecham provocam vácuo que abrem portas.” (Walter Grando)

 

As portas que se fecham nem sempre interrompem os caminhos.

Portas podem ser fechadas para evitar que se caminhe errado e ao fecharem elas abrem novas portas de certos caminhos.

Na vida as portas se abrem e se fecham, o homem nem sempre entende esses caminhos divergentes e desiste de caminhar ao ver uma porta se fechar, mas quando isso ocorrer, se ele continuar a caminhar encontrará algo melhor e saberá que precisou passar pela porta que se fechou.

 

Assim ele aprenderá que portas precisam ser fechadas para ele encontrar a porta correta.

 

“TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E ALEGRIAS!”

 TODO SOFRIMENTO É UM DEGRAU PARA O CRESCIMENTO DE NOSSA ALMA

Precisamos sempre que possível, avaliar nossas escolhas, a fim de que elas sejam sempre para o nosso bem. As dificuldades de cada dia, podem ser pontes, para alcançarmos o lugar ideal que Deus preparou para nós em nossa caminhada. Assim como quando enfrentamos as dificuldades de entrar em uma Universidade e todas as coisas que precisamos enfrentar durante os períodos do curso, para nos tornarmos profissionais competentes e termos uma chance de progredir em uma carreira profissional escolhida.

Quando você se observa à beira da impaciência,  com o coração cheio de angústias, conte as vantagens de que dispõe, de modo a imunizar-se contra  as coisas negativas que te perturbam a mente. Conte suas benções.  Sinta gratidão por todas elas.

Se está em um desentendimento familiar, lembre-se de quantos gostariam de ter um lar e vivem largados nas sarjetas da vida, porque talvez um dia não deram a importância devida para isso, ou  os desajustes de familiares adoecidos mentalmente, por vícios, violências, os obrigaram a tomar rumos diferentes dos que gostariam.

Porém, devemos sempre recordar, que nossas escolhas, são que nos conduzem. Ninguém é vítima, poderemos estar temporariamente impotentes diante de certas situações, mas o olhar misericordioso de Deus sempre está a nos espreitar e se nos dirigirmos a Ele, nos momentos de aflição, com certeza, um socorro haverá de chegar ao nosso encalço.

Amigos verdadeiros não se afastam nas dificuldades. Quando nos abandonam, não merecem a nossa lamentação mas sim a gratidão das boas recordações.   Há pessoas que nunca tiveram a experiência de conviver com amigos, mesmo que não fossem a convivência idealizada.

Mantenha o equilíbrio quando tentarem te  agredir com palavras ou atitudes que não foram provocadas por você. Possívelmente o agressor é um doente de alma.

Gaste alguns momentos de seu dia, avaliando suas atividades, evitando a sobrecarga de tarefas e exercícios físicos, debilitando sua saúde. Evitando assim o desânimo e o cansaço, mantendo sua saúde física e mental. Organize melhor o seu dia,  sempre olhando sua vida com o carinho devido.

Se está desanimado com o seu trabalho por achar não satisfatório, não tão agradável quanto gostaria, mas que lhe traz uma vida plena mantendo seu lar sem dificuldades, lembre-se que há muitos irmãos desempregados que não conseguem mesmo buscando com afinco, a oportunidade de uma remuneração digna, que lhe garanta prover o lar. Treine sua tolerância e pratique a gratidão.

Aborrecido  por estar ocioso, pensando  coisas desnecessárias, querendo resolver assuntos que não te pertencem? Avalie o que pode fazer de útil .Pense verdadeiramente em fazer o bem ao próximo, como sendo um ouvido ou  um ombro amigo.; cuidar de um enfermo  conhecido ou não; fazendo dentro de suas  possibilidades, aquilo que for permitido. Devemos sempre recordar que a vontade de Deus simplesmente acontece. A nossa vontade corremos atrás e muitas vezes queremos forçar determinadas situações, gerando dificuldades, e empecilhos para nossa felicidade …

….. A carência afetiva, muitas vezes  nos faz ser vítimas de nós mesmos , vendo sofrimento onde queremos ver, sem avaliar com carinho a realidade que nos cerca;   entrando em caminhos errados, para  justificar nosso sofrimento. Poderemos mesmo carentes, ter a certeza, de que nunca estaremos abandonados por  um Pai Superior. Ele sempre estará nos socorrendo e amparando. Basta nos direcionarmos nos caminhos do amor, dizendo não às pessoas erradas que querem nos conduzir aos precipícios da vida e do sofrimento .

Valorize-se! Somos Diamantes Preciosos de Deus ! Mesmo que a lama, os erros, venham sujar nossa alma, saberemos que a oração, o arrependimento sincero , são luzes, que nos fazem brilhar novamente, na caminhada com Deus! Nunca desista de ser feliz! Nunca desista de você!

( T.D.Rueda)

TENHA UM DIA ABENÇOADO E FELIZ!

Escolhemos nossos Caminhos! Seja Ousado!  

Lamentar as dificuldades, não retiram elas dos nossos caminhos. Deus sempre estará na nossa retaguarda, mas o nosso agir, é que vai direcionar o auxílio do Alto.  Quando o coração de cada um de nós estiver voltado para o bem, seremos capazes  de direcionar além de nossas vidas outras vidas.

Disciplina, estudo, boa vontade em se tornar melhor. Se eu quiser  ler um livro em inglês e  não dominar esse idioma, precisarei estudar, até ter condições de ler e entender o texto do livro. Assim acontece com nossos sonhos; não basta sonhar para serem realizados, precisam de base para se realizarem. Sonhos não envelhecem! Somos as pedras que movem os nossos destinos. Não adianta sonharmos sem nos mobilizarmos para isso.

O que somos hoje é o resultado do que escolhemos ou escolheram para nossas vidas. Já dizia um velho ditado “Diga-me com quem andas, que te direi, quem és”.   Se queremos ser pessoas do bem, não escolheremos pessoas que praticam coisas ruins, para convivermos.

Quantas pessoas se encontram nos presídios, porque escolheram pessoas erradas para compartilhar suas vidas. Muitos só perceberam o estrago que fizeram em sua caminhada , quando o “ chão “ se afundou.      Nossos exemplos, são impactantes nas vidas de nossos filhos, como assim também foram as atitudes de nossos pais.      Os marginais que nos assustam, também foram crianças. Foram preparados para o mal? Com certeza que não! Porem limites que não são dados, ocasionam invasões de privacidade. Leis que normatizam, nem sempre são bem compreendidas. A falta de boas diretrizes , algumas vezes originam seres humanos falhos. Mas, há pessoas que mesmo sem exemplos dignificantes, conseguem ser bondosos e dignos. A religião, pode faltar, mas se houver religiosidade interior,  muitos conseguem crescer como a flor de lótus na lama sem se contaminar .

Regras que não são cumpridas. Percebermos o outro,  em que momento? Podemos ajudar o próximo ou não! Quantas regras nos desumanizam!      O que escolhemos em nossas vidas ? Poderemos optar por caminho de bênçãos ou perdição.        Nós elegemos as pessoas para conviverem conosco, e as influências que nos envolvem. Seja sempre vigilante. Há pessoas que trazem para nossas vidas, vícios. O viciador, envolve suas vitimas, com carinho, se não ; não consegue seus intentos. As pessoas que entram em nossas vidas, nos estão trazendo que valores? Que respostas você dá ao mundo? Respeita o outro, como você quer receber respeito? Que responsabilidades  você cobra do outro? O que você oferece?

Para alguns, olhar o que alguém  adquiriu com a conquista de um trabalho digno e honrado, é um estimulo ao estudo e progresso.  Para outros , a inveja da conquista, e  retirar do outro o que ele comprou ,  agindo com violência , destruindo até a vida, sem sentimento algum, também ocorre muito nos dias de hoje. Questão de escolhas.

Nossas lideranças políticas, muitas vezes, administram o bem público, como se fosse do próprio bolso, sem pensar nos objetivos a que aquele dinheiro fora destinado. A escolha dos nossos representantes exige cuidados. Preste atenção que tipo de vida seu candidato vive.  Ele precisa administrar os bens para que todos usufruam. Ele comanda um bem comum.    Em namoro , o candidato a esposo, compra flores, sempre solicito. Depois, muda. Amor para durar, é necessário fazer  “ campanha “  sempre.

Há momentos, que a decisão de um segundo, vai direcionar nossas vidas! A educação dos seus filhos, a maneira de ganhar a vida. Estilo de vida. Algumas pessoas escolhem viver , outras morrer. Umas a justiça, outros a injustiça. O sofrimento é construído na nossa mente! Muitas vezes sofremos por ver uma situação de maneira equivocada. Como o ciúmes infundado. Uma pessoa que sofre de ciúmes, vive, para perseguir o que o outro faz, deixando a própria vida de lado.

No nosso pais as desonestidades vindo à tona estão gerando muitos sofrimentos , gerando angustias, insegurança. Porem é no sofrimento que crescemos, nos purificando, se direcionando para Deus.       A reflexão nos faz enxergar melhor nossos pensamentos.      Deus não muda de idéia! Ele sempre ama todas as criaturas, independente de suas escolhas. Nem sempre ele pode agir porque depende do espaço que colocamos para Ele . Portanto seja ousado pois com atitudes de ousadia, e deixando o caminho livre para Deus,  nossa vida atinge as mudanças necessárias para nossa felicidade!

(T.D.Rueda)

QUE VOCÊ TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E ALEGRIAS!!!

Pessoas SEM NOÇÃO! Você é um?

A arte de educar, faz dos pais os principais delimitadores das crianças e adolescentes , para que eles não sejam pessoas  “sem noção”, que é como comumente chamamos  pessoas que não seguem  regras e nem limites , na maioria das ocasiões ; muitas vezes tornando -se  pessoas tremendamente abusivas do espaço do outro.

Em uma entrevista, um filho de um artista musico e cantor, muito renomado, contou que seu pai, tinha um amigo, também muito  famoso e já falecido, que aparecia de repente no meio dos ensaios de seu pai. Passava o dia, passava a noite, voltava o dia e … o  “cara “ nem se tocava para ir embora. Muitas vezes , a mãe do rapaz, precisava ligar para a família desse artista“sem noção”, vir  buscá-lo;

porque não sabiam mais o que fazer, para que ele entendesse, que apesar de este ser uma pessoa amada por eles,  queriam usufruir da intimidade do ambiente familiar, sem ninguém que não fosse especificamente a família.

Outros  costumam contar piadas em velórios, para alegrar o ambiente e não conseguem entender, porque ninguém acha graça. Alguns ,quando encontram com seus ídolos favoritos, em aeroportos, restaurantes, querem tirar selfies, sem se preocuparem, se  o alvo de suas fotos, pode perder o avião, ou se a comida, no prato do outro, vai esfriar. Muitos ainda tiram fotos de amigos e próprias, sem parâmetros de uma coerência.

Como dar limites? Pais devem dialogar com os filhos. O exercício do diálogo, começa muito cedo.  Onde um deve aprender a ouvir o outro , e os seus argumentos para cada situação. Ponderar, buscar soluções, em conjunto. Quando necessário buscar ajuda; porque nem sempre é possível, ensinar tudo de modo suave, sem expor seu filho aos sustos do mundo.

A maioria das pessoas sem limites, chegam sem pedir licença, normalmente sem serem convidados. Costumam se achar os melhores e mais sábios do lugar. Pode ser estes lugares públicos; recintos domésticos; ambiente de trabalho; não faz para essas pessoas a menor diferença! O importante é que eles precisam dominar esses ambientes.

Costumam “furar filas”, querendo passar na frente de quem quer que seja. Buzinam o tempo todo no trânsito, ocupam vagas no estacionamento reservados a deficientes e saem do automóvel, fingindo ser um. Quando vai como hóspede na casa de amigos ou familiares, não se incomoda com os limites e normas do local; fazendo suas  próprias regras. Não costumam assumir nenhuma responsabilidade.      Na maioria dos casos, além da falta de educação, são pessoas egoístas.  Pensam apenas no que buscam, no que que faz bem a eles em especial.

Conviver com uma pessoa sem limites, é sem sombra de dúvidas, embaraçoso. O meio em que eles estão inseridos,  terão que arcar com as limitações a esse sujeito. Não se restringe apenas à educação, mas porque essas pessoas não sabem onde estão os seus limites e por isso, não respeitam o espaço do outro. Essas pessoas, não enxergam fronteiras ; sentem-se sempre muito livres para agirem e pensar, quase nunca se incomodam se estão sendo aceitos ou não.

Há pessoas ainda, que querem se tornar iguais a símbolos de filmes ou, bonecos de infância.  Quantas fazem inúmeras cirurgias plásticas para ficarem “iguais” a Barbie  ou a outros personagens.

Não percebem o quanto se expõem ao ridículo.

Como lidar com essas pessoas? Não podemos controlar as atitudes que o outro toma; porém, podemos controlar como agirmos diante deles. O primeiro passo é ignorá-lo. Distancie e não se estresse. Se não der certo, distancie-se mentalmente. Porém não o ignore completamente. Colabore com ele até certo ponto. Se necessário deixe-o falar, sem interromper, evitando debates. A intriga e a fofoca, não deve ser alimentada e uma pessoa assim, costuma alimentar assuntos similares para se valorizarem.      Como repórter em especial, antes de divulgar algo, sempre ponderar. A visualização de um fato, ou a sua divulgação., nem sempre é necessária; muitos fatos desses podem acabar com a vida pessoal do outro. O melhor caminho, para não estarmos nesse meio, é fazer aquilo que gostaríamos de receber, nos colocando sempre na “pele “do outro!

Tenha um dia pleno de paz e alegria ! Um dia abençoado!

 (T.D.Rueda)

Calar e Dizer – Quando?

Quantas vezes, o silêncio nos diz mais do que a fala? A expectativa que um silencio gera, pode nos trazer angustia e muita tristeza. É sofrimento , quando queremos saber noticias de alguém que amamos, diante de uma expectativa de emprego, à espera de um perdão em algumas ocasiões . É menor o sofrimento quando uma voz diga coisas que a gente não quer ouvir; mas ao menos as palavras que são ditas indicam uma tentativa de entendimento. Traz menos tortura na alma. O silencio em algumas oportunidades, nos infringe dor, e quando ao discutirmos ; o outro silenciar é muito comum ouvir a frase- Por favor, diga alguma coisa!

Porem há situações, que o silêncio é uma benção! Há ocasiões, que necessitamos dele para pensar em nossas vidas; para adormecer; para ler; olhar nos olhos da pessoa amada; e só olhar; já traz a serenidade. Ninguém quer sentir silêncio o tempo todo!

Há momentos, que se tudo ao nosso redor ficar sem som , nos sentiremos desamparados . Há instantes que ele fala alto! É quando ninguém lembra de você; ninguém te procura; você sente ser um ser invisível ao mundo.

Nem tudo precisa ser falado. Muitas vezes, o silêncio é a melhor escolha. Um olhar diz muito, uma atitude, um gesto… Há milhões maneiras de se expressar, todas igualmente compreensíveis. Não precisa falar nada, acredite, eu te entendo.

Se não souber o que dizer ou como falar, então fique em silêncio, porque não há como voltar atrás depois de dizer algo. Antes de falar qualquer coisa, pense sobre a mensagem que deseja passar. Será que é preciso falar? Antes de qualquer palavra proferida, tenha um profundo momento de reflexão. É necessário? É verdadeiro? Vai ser útil? (Sócrates)

Para poder falar, é preciso saber ouvir. Muitas vezes nos apressamos com as palavras e não deixamos que o outro fale. Fique em silêncio enquanto alguém lhe dirige a palavra e permita-se escutar de verdade, o que a pessoa tem a dizer. Só depois de absorver e pensar em tudo é que você deve se pronunciar.

A melhor resposta, muitas vezes, não é atacar o outro, mas entregar-lhe seu silêncio, e a pessoa vai entender o recado. Não perca seu tempo nem se desgaste numa discussão. Opte pelo silêncio e tudo terminará rapidamente. Num outro momento, você poderá retomar a conversa com mais calma.

O silêncio também pode servir como um momento de reflexão, uma conversa consigo mesmo. Não tenha medo de ficar em silêncio. Aproveite esse momento para refletir sobre sua vida e sobre suas atitudes. O momento de quietude não tem que ser ruim, porque pode servir para muita coisa.

Se alguém está te chateando ou se você está bravo, tome certa distância da pessoa por um tempo, ofereça-lhe seu silêncio. Não só você, mas ela também terá um tempo para refletir. E quando for o momento, vocês encontrarão as palavras que são necessárias para que tudo seja tranquilizado. Olhe no fundo dos olhos de uma pessoa enquanto ela fala. Isso terá significado maior que as palavras. Quem é verdadeiro, quem fala a verdade, não tem medo de olhar o outro nos olhos. Agora, para o mentiroso, será bem difícil que consiga sustentar a mentira olhando em seu olhar..

Cuidado ao falar tudo que pensa. Você pode machucar as pessoas e até mesmo se machucar. Não é porque você pensa de tal modo que precisa dizer. Muitas vezes pode evitar discussões desnecessárias apenas ficando em silêncio. Mais sábio não é quem tudo fala, mas quem sabe quando deve se calar. Não tente silenciar sua mente, colocando uma música alta, por exemplo, para evitar os seus pensamentos. Não tenha medo de encarar a si mesmo, porque você precisa parar para se ouvir e combater de frente os seus problemas. Não adianta tentar evitar o inevitável. Há poder tanto nas palavras como no silêncio.

É mais fácil ferir com palavras do que ficando calado. Prepare bem o que for dizer; pense, analise, e se necessário apenas fale.

TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E ALEGRIAS ! que seu dia seja muito abençoado!

 (T.D.Rueda)

Pessoas Invisíveis

   Nos tempos atuais, há pessoas que possuem doutorado acadêmico, ou condições financeiras de um bom nível ; se consideram  privilegiados em conhecimento,  e se isolam de algumas pessoas. Não cumprimentam o porteiro ou a faxineira do prédio, porque essas pessoas não são de seu nível social ou cultural.

Para mostrar essa falta de sensibilidade, durante nove anos, o psicólogo Fernando Braga da Costa  como parte da pesquisa do seu doutorado trabalhou junto com  os garis da Universidade de São Paulo, não conseguindo ser reconhecido por seus professores, colegas de trabalho e amigos do curso. Não foi rejeitado, nunca sentiu grosserias , mas era como se ele não existisse .

Na convivência com seus companheiros, de “invisibilidade”, compartilhou o sofrimento vivido por todos eles nas situações de humilhação pelas quais passavam cotidianamente.

A invisibilidade social é um fenômeno da neurose de classe para discriminar certas pessoas que ficam invisíveis através de preconceitos estéticos, culturais, sociais e econômicos. Essa arrogância opera nos planos mentais do consciente e do inconsciente, o resultado disso é que pessoas com atividades consideradas inferiores permanecem como seres imperceptíveis.

As profissões que mais tornam invisíveis pessoas comuns : catadores de lixo, garis, faxineiras, frentistas, babás, cobradores de ônibus e outras de caráter operacional. São tratadas como insignificantes por uma parte da sociedade, apesar de sua extrema relevância econômica e social.

O antropólogo Robert Da Matta em seu livro O que é o Brasil? Afirma a existência de dois espaços básicos brasileiros: “A casa e a rua. A casa reflete ao privado – não somente a morada, como as redondezas do bairro, lá o indivíduo torna-se sujeito em tom de pessoalidade exacerbado, um ser totalmente visível. Ao contrário da rua, o público, que transforma o sujeito em indivíduo, um ser impessoal, caracterizado pela função do trabalho. Invisível socialmente, visível funcionalmente”.

Conta-se que em uma empresa,  havia uma senhora, que fazia a limpeza cotidianamente no local, e fazia um café muito saboroso para todos que ali trabalhavam. Repentinamente, essa senhora deixou de ir ao trabalho, foi substituída, mas todos sentiam sua ausência.

Todos queriam saber o que havia acontecido com ela, mas como localizá-la? De repente perceberam que nem o nome dela sabiam.

Com quantas pessoas acontece isso? Convivemos anos, damos bom dia ou boa tarde , para pessoas que nos cercam. Porém, por fazerem parte de um outro nível cultural ou social, nos mantemos afastados com medo de nos envolvermos , ou de nos “misturarmos”, deixando pessoas maravilhosas, muitas vezes com muito a oferecer, se tornarem “invisíveis “ ao nosso redor.

Ou seja;  a invisibilidade social é relacionada, a pessoas que exercem profissões, que são desprovidas de glamour, de status, de reconhecimento social e de remuneração inadequada.

São geralmente pessoas que são extremamente necessárias, para a coletividade, mas pelos mais variados motivos, as pessoas as ignoram. Muitos não são percebidos nem como seres humanos.

Muitos são tão acostumados em serem humilhados com sua invisibilidade, que  até esquecem que são seres humanos tão iguais aos que não o enxergam, afastando-se mesmo quando podem conviver.

Sejamos nós, não deixar que alguém ao nosso redor, se torne “invisível” Vamos procurar, respeitar cada ser humano ao nosso redor, não os valorizando pelo nível social ou profissão, mas os respeitando por serem pessoas.

 

“ Antes de você falar, ouça. Antes de agir, pense. Antes de criticar, conheça. E antes de desistir, tente. Não desista jamais de ser feliz, quando sentir  que está sendo invisível, procure mostrar a sua personalidade. Não sofra; porém demonstre que você existe. Se valorize”

TENHA UM DIA ABENÇOADO E FELIZ, HOJE E SEMPRE!!!!

 

( T.D.Rueda)