• cataventodaalegria@gmail.com

OLHAR E NÃO VER!

OLHAR E NÃO VER!

Há pessoas, que enxergam mas não observam o que está acontecendo ao seu redor! Temos nos dias de hoje muita  dificuldade em poder auxiliar ! Se não tomarmos cuidado, a vida passa por nós e não vivemos o que é necessário em nossa existência porque temos também algumas dificuldades de  enxergarmos quem realmente somos em nossas vida; prestando atenção em quem somos! Abandonando ilusões. Descobrindo o que é a verdade para nós!  A inveja é um grande exemplo disso!

A  pessoa invejosa, não se vê! A inveja é a não aceitação do bem, ou o bom,  na vida do outro, se ausentando da própria vida. É afundar não saindo do lugar porque para de prosperar em todos os sentidos.  Sonha  com o que o outro é, como vive ou com o que possui.  Isso pode desencadear crises existenciais . Todos em algum momento, poderão ter crises existenciais  . Mas nada muda se você não fizer as mudanças necessárias em você!  As crises acontecem, sempre que alguma coisa ou algo precisa ser melhorado na nossa vida.

Como seria enxergar as pessoas através do olhar  de Jesus? Como seria colocar essa lente sobre nossos julgamentos, sobre as conclusões a que chegamos, sobre as decisões que tomamos a respeito do outro, todos os dias? Como seria olhar para a esposa, o esposo, os filhos, os pais, nas atividades e enfrentamentos difíceis , com a visão de Jesus? E os companheiros de trabalho? E os estranhos que nos chegam com “pedras nas mãos”?( Grosserias)  E os que nos pedem ajuda?

Ele não  via apenas o que estava por fora, o comportamento momentâneo que eclodia mas, principalmente, as razões e potencialidades secretas do coração. Deixou muito claro, por palavras e na exemplificação, como deve ser nosso julgar. Baseados nisso, jamais deveríamos tirar conclusões precipitadas sobre os outros e, mais ainda, tomar decisões, produzindo reações, alicerçadas sobre tais conceitos frágeis. ELE nos ensinou a ver o que há de melhor em cada um.

Isso não significa ter uma visão ingênua do ser humano, apenas valorizá-lo mais pela luz que emite, do que pela sombra que ainda produz em seu entorno.

Ele enxergava as razões do mal, via esse mal como uma doença a ser erradicada da alma. Combatia a doença e não o doente. Aí está o caminho a seguir! Aí está a forma de tratar o outro, que nos dará mais tranquilidade na vida, e menos irritação, menos angústia, menos rancor.

Os caminhos da vida são tão curiosos!  Não sabemos o que a vida nos reserva. Mas, podemos ter certeza de que nos guarda dias cada vez melhores, se conseguirmos, mesmo que aos poucos, começar a vislumbrar o mundo, através, do olhar de Jesus!

É uma lente de amor que colocamos sobre nossos olhos. Uma lente de ternura, de perdão! Comecemos a fazer este exercício agora, em casa, no ambiente de trabalho, no convívio breve com os que passam por nós. Observemos as pessoas com outra maneira  de enxergar…

O olhar de Jesus era indulgente! A indulgência, jamais se preocupa com os maus atos alheios;  ao menos que seja para prestar  um serviço de auxílio ; mas  ainda assim com o cuidado de os atenuar tanto quanto possível. Não faz observações chocantes, nem traz censura nos lábios mas sábios conselhos, quando tiver condições de  os emitir; quase sempre velados .

Quando fitareis os vossos olhos severos sobre vós mesmos? Sede então severos convosco e indulgente para aqueles que cruzarem o seu caminho.

Como saberemos se não precisaremos do mesmo olhar amoroso  e piedoso de Jesus sobre nós mesmos, pelas pessoas que convivem conosco? ( T. D. Rueda)

 

TENHA UM DIA PLENO DE PAZ E MUITO ABENÇOADO!

Editor - G.D. Rueda

Desenvolvedor de sistemas, palhaço, DJ, palhaço hospitalar, administrador do site e integrante do grupo Cata-Vento da Alegria.

Deixe o seu comentário.